segunda-feira, 7 de setembro de 2009

3º BPM - PATOS-PB

FONTE: SITE DO 3º BPM

.
A Polícia Militar foi criada com denominação de Corpo de Guarda Nacional Permanentes, no entanto a Corporação tinha por objetivo a manutenção da Ordem Pública em todo território da Província, porém, por escassez de recursos, até 1835, todo seu efetivo ficou concentrado na Capital. Nesse ano, quando foi adotado a denominação de Força Policial e fixado novo efetivo, foi que começou seu processo de interiorização, criando-se Companhias e Destacamentos em várias cidades.

Em 1913, para facilitar o controle das ações dos Destacamentos, foram criadas 07 Inspetorias, comandadas por Alferes e que congregavam números variáveis de Destacamento. Foram sedes de Inspetorias: Campina Grande, Sousa, Cajazeiras, Pombal, Catolé do Rocha, Patos dentre outras cidades.

Sendo que em 24 de dezembro de 1924, foram extintas as Inspetorias e os Alferes que as comandavam passaram a Subalternos nas Companhias. Como uma das principais atividades da Força Pública na década de 20 era o combate aos grupos de cangaceiros e eram justamente das Inspetorias que partiam as patrulhas volantes, sentiu-se a necessidade de se criar uma forma de apoio e controle dessas atividades, principalmente no Sertão. Foi então criado em 21 de fevereiro de 1925, o 2º Batalhão da Força Pública (já que o 1º encontrava-se sediado na capital), com sede em Patos – PB, localizado em um antigo prédio reformado através de mão-de-obra da própria Polícia Militar que foi comandado pelo Capitão Irineu Rangel, que tinha sido reformado e depois retornou a ativa.

Em 1926, nos combates à Coluna Prestes na PB, grande parte das ações da Força Pública partiram do 2º Batalhão. Sendo que em janeiro de 1927, a Lei de organização da Força passou a prevê um só Batalhão que seria sediado na Capital e duas Companhias Regionais, sendo assim extinto o 2º Batalhão em Patos e em sua substituição foi sediada uma das duas Companhias.

Em julho de 1927, a Companhia Regional de Patos foi transferida para a cidade de Cajazeiras. Em 06 de março de 1930, foi criado o Batalhão Provisório, para combater os Revoltosos de Princesa, sendo instalado em Piancó e comandado pelo Capitão Irineu Rangel que voltou a ativa novamente para este fim.

No fim deste mesmo ano, após a Campanha de Princesa e a participação da Força no movimento revolucionário, que depôs Washington Luiz, o Batalhão foi extinto e a Companhia de Cajazeiras foi transferido para Patos, onde permaneceu até 1938 quando foi transferido definitivamente para Campina Grande.

O 3º Batalhão foi criado em 1961, pelo Governador Moreno Pedro Gondim, pela Lei nº 2691, de 27 de dezembro de 1961, porém permaneceu em estado latente por mais de dez anos sem sede própria, com seu efetivo distribuído em diversas Unidades, principalmente no 2º Batalhão sediado em Campina Grande, só sendo instalado na cidade de Patos – PB em 1972, no dia 14 de maio, no Governo do Sr. Ernani Sátyro, sob o Comando do então Major Geraldo Gomes da Silva.

Dada a extensa área de responsabilidade, o 3º BPM sentira a necessidade de descentralizar suas operações. Com esse objetivo foram criados em 19 de agosto de 1976, 03 Companhias, que foram denominadas de Companhias Especiais de Segurança e foram instaladas em Cajazeiras, Catolé do Rocha e Itaporanga e designadas como 1ª, 2ª e 3ª CIESE, respectivamente. Em junho de 1981, passaram a denominação de 11ª, 12ª e 13ª Companhia de Polícia Militar.

A princípio, passou a funcionar com uma área de abrangência que compreendia 70 municípios, numa área total de 23.700 Km2, que ia desde o alto sertão até os limites com o Estado do Ceará. Porém, 25 anos depois, por intermédio do Decreto nº 14.085, de 10 de setembro de 1991, sua área de abrangência foi diminuída, cedendo boa parte do seu espaço físico ao 6º Batalhão de Polícia Militar, fundado na cidade de Cajazeiras. Com a redução do território de abrangência do 3º BPM, foram criadas Companhias isoladas para auxiliar os trabalhos, sendo as 2ª, 3ª e 4ª Companhia Policial Militar, sediadas respectivamente em Catolé do Rocha, Itaporanga e Princesa Isabel, permanecendo até hoje. O 1º Comandante do 3º BPM foi o Maj PM Geraldo Gomes da Silva, seu comando teve início em 14/05/1972 e término em 24/11/1972.

O 3º Batalhão de Polícia Militar está sediado na cidade de Patos, um dos mais importantes pólos comerciais do sertão paraibano. A Unidade possui um efetivo de mais de 1.200 policiais-militares, e uma área de atuação de 16.920 Km2, com mais de 550 mil habitantes, o que representa 28,60% da área total do estado da Paraíba.

O atual Comandante do 3º BPM é o Ten Cel PM Everaldo DUTRA Barbosa da Silva, já assumiu diversas funções na nossa briosa Corporação ao longo dos seus 20 anos de serviço. A sua história de um profissional ilibado revela sua competência e esforço despreendido na missão de mantedor da Segurança Pública, que merecidamente é reconhecido pela população inclusive por várias condecorações, elogios, votos de aplausos.

O 3º BPM desenvolve ainda ações preventivas como as atividades desenvolvidas pelo PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência) que visa a conscientização das nossas crianças e adolescentes sobre os malefícios que as drogas e a violência traz para nosso organismo e nossa vida social, bem como resgatando nestes Jovens a auto - estima e capacidade de resistência às pressões.

Outro Projeto aplicado por PMs do 3º BPM, e, diga-se de passagem, é pioneiro em todo Estado é o Projeto UMA SEMANA TRANSITANDO COM VOCÊ, desenvolvido por uma equipe de 04 Policiais Militares do Pelotão de Trânsito desta Unidade, no qual os PMs passam uma semana ministrando aulas dinâmicas nas unidades escolares e fora destas (na realização de Blitz educativas nas ruas da cidade de Patos), sobre noções de Trânsito e valorização da vida.

O 3º projeto que o Batalhão desenvolve é “O Som da Cidadania”, que busca despertar no jovem o interesse pela arte musical, possibilitando oportunidades para um novo aprendizado, visando disciplinar o aluno em sua formação como cidadão. Arquitetar e efetivar uma atividade sócio-educativa junto às comunidades para propiciar uma interação com seus diversos segmentos, possibilitando enquanto administradores de Segurança Pública, aproximação de algumas classes, para melhor dimensionar nosso trabalho de segurança pública.

O Batalhão distribui também enxovais para as esposas gestantes de cabos e soldados, e possui diversas atividades sociais, onde destacam-se a assistência médica e odontológica aos PM´s e familiares destes. A unidade ainda abre suas portas para a realização periódica de eventos como cultos e missas, nos quais os Públicos interno e externo reunem-se em Ação de Graças ao Senhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS
O QUE VOCÊ QUER PESQUISAR, VOCÊ ENCONTRA EM UM ÚNICO LOCAL, NO "PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS", A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATUAIS DE MINHA QUERIDA E AMADA TERRA POTIGUAR, COM 15 BLOGS, 1300 LINKS, DOIS ORKUTS, UM YOUTUBE, UM FACEBOOK,UM TWITTER, UM MSN E UMA PÁGINA MUSICAL, TOTALIZANDO 1322 ENDEREÇOS ELETRÔNICOS NA WEB. CRIADO A 29 DE OUTUBRO DE 2008 (QUARTA-FEIRA), PELO STPM JOTA MARIA, COM A COLABORAÇÃO DE JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR # 100 % NORTE-RIO-GRANDENSE. ACESSE E CONFIRA!

SUBTENENTE PM JOTA MARIA

SUBTENENTE PM JOTA MARIA
HONESTIDADE, HUMILDADE E SINCERIDADE

Quem sou eu

Minha foto
Jose Maria das Chagas, nasci no sítio Picada I. em Mossoró-RN,filho do assuense MANUEL FRANCISCO DAS CHAGAS e da mossoroense LUZIA FRANCISCA DA CONCEIÇÃO, com 14 irmãos. Ingressei nas fileiras da gloriosa e amada Polícia Militar do Rio Grande do Norte no dia II-VII-MCMLXXX com o número 80412. Casei-me em XV-IX- MCMLXXXIII com a apodiense MARIA ELIETE BEZERRA (XXIII-VIII-MCMLXIII), pai de 5 filhos: PATRÍCIA ( NASCIDA A XVII - VIII - MCMLXXXIII FALECIDA EM VIII - XI - MCMLXXXV), JOTAEMESHON WHAKYSHON (I - X - MCMLXXXVI), JACKSHON (FALECIDO) E MARÍLIA JULLYETTH (XXIX - XI - MCMXC).Atualmente convivo com outra apodiense KELLY CRISTINA TORRES (XXVIII-X - MCMLXXVI), pai de JOTA JÚNIOR (XIV - VII - IMM). JÁ PUBLIQUEI TRÊS TRABALHOS: CHIQUINHO GERMANO -A ÚLTIMA LIDERANÇA DOS ANOS 60 DO SERTÃO POTIGUAR, COMARCA DE APODI EM REVISTA e A HISTÓRIA DA COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR DE APODI

JOTAEMESHON E JOTA JÚNIOR

CONHEÇA A HISTÓRIA DA PMRN,COM 210 LINKS

Minha lista de blogs